Tempo de leitura 5 minutos

Por mais que a vida normal e aglomerada, sem riscos à saúde, continue sendo um dos nossos maiores sonhos, a pandemia do novo coronavírus ainda não acabou. 

Mas podemos continuar fazendo nossa parte, seguindo todas as recomendações de segurança, tanto autoridades sanitárias como epidemiológicas locais, para caminharmos para o novo universo pós-pandemia.

Bom, agora neste caminho para a volta à normalidade, a gente sabe que muitas das comemorações como festas de aniversários, casamentos e diversos eventos, já estão sendo retomados aos poucos. 

Mas é de extrema importância que sempre lembremos de algumas recomendações sanitárias necessárias contra a Covid-19.

E ara evitar o contágio devemos, durante os eventos, agir da seguinte maneira:

  • permanecer sentados na mesma mesa da festa, podendo retirar a máscara só neste momento;
  • circular pelo local apenas usando a máscara de proteção;
  • higienizar constantemente as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%;
  • evitar tocar em superfícies do evento que, geralmente, são tocadas por muitas pessoas.

Entretanto, sabemos que é muito mais fácil para um jovem e para um adulto seguirem essas regrinhas contra a Covid-19, mas e para as crianças?

Como segurá-las sentadas em mesas durante todo o tempo da festa? E se for uma festa infantil? Pois bem, é difícil, mas calma, a Oni separou cinco dicas preciosas para os recreadores de festas seguirem suas atividades presenciais com toda a segurança e diversão do mundo. 

Para isso, a Oni conversou com duas especialidades no ramo da recreação: A Cama de Gato Recreação para Festas e o Buffet Vila Alegria. 

Em Campinas, temos a Cama de Gato Recreação para Festas, que é uma empresa que atua tanto em festas infantis, como em casamentos, prezando pelo sucesso e diversão. 

Já em Paulínia, temos o Buffet Vila Alegria, que conta com uma equipe disposta a proporcionar, aos seus mais diversos convidados, os momentos inesquecíveis de um dia tão especial. 

Gostou? Então vem ficar por dentro das dicas seguras para conseguir uma ótima recreação nas suas festas!

1) Siga medidas de segurança para garantir uma boa festa

Muitas alterações nos buffets foram necessárias para conseguir garantir a segurança dos convidados e colaboradores, bem como a diversão dos clientes. 

De acordo com a gerente do Buffet Vila Alegria, Larissa Nogueira, de 23 anos, a mudança na rotina da casa de eventos foi extremamente perceptível, “já que muitas coisas tiveram de sofrer mudanças para se adequarem ao novo normal”.

Entre as diversas medidas de segurança necessárias, o Vila Alegria adotou várias, a começar pela porta de entrada: 

  • Foi instalado um totem de álcool gel na entrada do buffet;
  • A temperatura de todos os convidados é medida na entrada da festa e, convidados com temperaturas acima de 37.8º, não estarão liberados para entrarem no local;
  • Foram espalhados frascos de álcool em gel 70% por todo o salão de festas; 
  • As mesas agora são intercaladas, respeitando o distanciamento social entre os convidados; 
  • Todas as mesas têm placas informativas com recomendações indicando permissão ou proibição do uso; 
  • Além disso, são disponibilizados frascos de álcool em gel 70% em todas as mesas do salão, para que os convidados não deixem de fazer a higienização.

Além da higienização das mãos, é muito importante lembrarmos do uso mais que necessário da máscara de proteção individual. 

Todos os nossos funcionários do Vila Alegria usam máscara durante todo o período da festa e, os garçons, além da máscara normal, utilizam também a face shield, para redobrar o cuidado e segurança com todos os presentes no buffet. 

Bom, agora chegamos à parte favorita das crianças nas festas infantis, os brinquedos!

Os monitores do buffet devem carregar junto a eles um suporte de álcool líquido e um pano descartável para a limpeza dos brinquedos no final de cada uso. 

Ainda de acordo com a gerente do Vila Alegria, é importante que o buffet saiba quais brinquedos têm uma maior facilidade para uma rápida higienização e, quais, infelizmente, demandam mais tempo para limpeza.

“Um de nossos brinquedos, o Tombo Legal, foi interditado em razão da Covid-19, por ser mais difícil de controlar a higienização e conseguir uma limpeza completa para o uso das crianças”, afirma Larissa.

Além disso, também é importante ressaltar que ao transitar pelo buffet, é obrigatório que todos os presentes na festa utilizem a máscara de proteção individual conforme recomendado pelas vigilâncias sanitárias e epidemiológicas locais.

Lembrando que é permitida a retirada da máscara enquanto o convidado estiver sentado em sua mesa.

E, claro, na hora de se deliciar com as comidinhas da festa, a máscara não pode atrapalhar, mas, também, não pode haver aglomerações. 

Portanto, o buffet deve encontrar um modo seguro de servir os lanches às crianças, evitando o contato direto entre elas. No Vila, além da distância das mesas, as comidinhas são servidas individualmente para cada criança.

No caso do buffet de Paulínia, os monitores costumam utilizar mesas de piquenique para as crianças. Então, essas mesinhas recebem limpeza antes e após o uso.

2) Renove as ideias de recreação

Como já sabemos, as atividades, em diversos setores, sofreram mudanças no ritmo diário e nos afazeres em razão do novo coronavírus. Nos buffets de festas, não seria diferente, na verdade, onde fica a interação entre criança e monitor?

Pois bem, para a gerente de buefft Larissa Nogueira: “um ambiente que era destinado a total interação entre convidados, crianças e monitores, na hora da diversão, se tornou um ambiente totalmente contrário”.

O cuidado com a limpeza e higiene dos brinquedos devem ser redobrados. Os monitores devem se atentar para uma limpeza com álcool 70% ao final do uso de cada brinquedo, deixando o brinquedo limpo e pronto para o próximo uso. 

Além disso, também é importante que seja feita uma pausa em todos os brinquedos do buffet, a cada 30 minutos, para a higienização total.

E a interatividade da festa?

Antes da pandemia, o Vila Alegria tinha um cronograma que contava com: dança das cadeiras, caça ao tesouro, baladinha, entre outras brincadeiras recreativas, que, agora, foram barradas para a proteção das crianças e funcionários.

Antes, os monitores deveriam estar sempre acompanhando as crianças, justamente para conseguir mais interação, diversão e amizade entre todos. Agora, cada monitor fica em um brinquedo, a postos para ajudar os pequenos, caso necessário. 

Mas, apesar dessa distância, a interação deve continuar com conversas e brincadeiras de uma forma segura para todos.

3) Quantidade de monitores por festa

Segundo Larissa, o número de funcionários varia conforme a quantidade de convidados que forem confirmados pelo contratante da festa. Geralmente, varia entre 4 e 6 monitores.

“De qualquer forma, o número não costuma diminuir muito, o que fizemos foi alterar o método de trabalho, para não deixar de oferecer um bom atendimento aos nossos clientes e, claro, mantendo a segurança de todos”, finaliza a gerente.

4) Dica do Vila Alegria:

“Acredito que seguir todos os protocolos necessários e exigir o bom atendimento por parte dos funcionários, já mostra para os clientes que estamos preocupados não só com a segurança, mas com a diversão deles também, bem como a realização de um sonho para os aniversariantes e família”, diz Larissa.

A gerente do Vila Alegria ainda completou: “Isso ajuda na hora de uma recomendação. Recebemos um retorno muito positivo das festas que tivemos neste período de pandemia, dizendo que estavam receosos com esse nosso novo normal, mas que, mesmo com algumas coisas diferentes, a festa saiu como esperavam”.

Bom, já vimos como estão sendo os cuidados que o buffet de Paulínia está tomando, mas, como a recreação funciona na Cama de Gato Recreação Para Festas?

A empresa não funciona em um local fixo. Ela é contratada para realizar a recreação de uma festa. Então, é muito importante que a festa seja ao ar livre, ou, que as crianças permaneçam em uma área aberta para o momento das brincadeiras.

Segundo a recreadora do Cama de Gato Mariana Araújo, de 32 anos, “todos os objetos usados nas brincadeiras precisam ser constantemente higienizados antes da utilização pelas crianças”. 

Ainda de acordo com Mariana, a equipe sempre pede que as crianças fiquem higienizando as mãos durante o período da festa.

“As crianças têm uma tendência de mexer muito nas máscaras, tanto para conversar, como para brincar, abaixando a máscara, então, devemos ficar conversando com elas e lembrando da importância do uso”, diz a recreadora.

5) Dica da Cama de Gato:

É de extrema importância que a recreação seja feita em locais abertos, que tenham circulação de ar. Porém, “se precisar ser na garagem de uma casa, por exemplo, a festa não pode ter mais de oito crianças, para evitar aglomerações nas brincadeiras”, afirma Mariana.

Pronto! Agora que a Oni trouxe essas dicas valiosas de como fazer a festa do jeito certo, só falta uma coisa: conferir os outros posts do nosso blog para garantir ainda mais segurança na hora da diversão!

Giovanna Giuga

About Giovanna Giuga

Graduanda em jornalismo pela PUC-Campinas, atualmente no 3º ano. A poucos passos para o fim da faculdade, segue comunicativa e em busca de boas histórias.

Leave a Reply