Tempo de leitura 4 minutos

Antes de avaliar o investimento de uma ferramenta de tecnologia para a sua empresa e buffet de festas, é importante se perguntar o seguinte: qual será o valor e como calcular o ROI (Retorno Sobre o Investimento)?

Ou seja, quanto a ferramenta irá te custar e qual será seu rendimento com ela?

Afinal, você precisa analisar se o investimento em uma nova tecnologia irá render “frutos” que justifiquem o investimento financeiro com a sua aquisição.

Dentro da operação de uma casa de festas ou buffets infantis existem diversos processos ocorrendo simultaneamente para garantir o bom atendimento aos clientes desde a negociação até, efetivamente, o grande dia do evento.

Para um bom resultado, é muito importante entender e mapear todos esses processos no buffet, já que toda tecnologia existe para nos servir, além de tornar os processos mais ágeis, simples, rápidos, produtivos, com menos custos e, até mesmo, mais lucrativos.

Se liga nas dicas que a Oni preparou para te ajudar a escolher a melhor plataforma.

1) Pesquise as características da ferramenta

Liste todas as características e benefícios diretos e indiretos que o software irá trazer para a operação do seu buffet.

Podemos exemplificar da seguinte maneira: você inaugurou a sua casa de festas e, desde o início, o controle da agenda de eventos é feito em uma agenda física dentro do escritório de sua empresa. Acertamos?

Porém, a facilidade acontece quando um novo software, dentre todos os seus requisitos, é capaz de proporcionar uma agenda digital de eventos, onde você pode encontrar benefícios, além de praticidade ao utilizar o recurso.

Em uma rápida visualização, você teria uma visibilidade da agenda de eventos de qualquer local, a partir do seu smartphone, além de ter informações em nuvem arquivadas, eliminando assim, a possibilidade de perder as informações essenciais.

Portanto, preste atenção em todos os recursos que o software possui e pode oferecer, e faça esse exercício de entender os benefícios práticos da tecnologia na operação do seu buffet.

2) Analise se a plataforma atende suas necessidades

Estude e entenda sobre o provedor desta solução tecnológica para o seu buffet e qual o tipo de atendimento que ele oferece assim que o software é contratado.

É muito importante que a empresa possua um processo claro e detalhado da etapa de implantação da tecnologia. Afinal, você vai precisar aprender como utilizar os recursos que foram oferecidos.

Verifique o tipo de suporte técnico como: WhatsApp, telefone e abertura de chamados, que é oferecido após a implantação.

Essa leitura vai possibilitar a sua avaliação do tempo em que o software irá demandar para colocar a tecnologia efetivamente operacional no seu buffet de festas.

3) Verifique os que as pessoas estão falando do software

Enxergue resultados! Peça ao fornecedor da tecnologia para compartilhar contatos de gestores de casas de festas que passaram pela experiência da contratação.

Com isso, você poderá ouvir e ficar por dentro de como se deu o processo do antes e depois da implantação da tecnologia, além de saber as principais vantagens práticas no dia a dia da gestão de uma casa de festas.

Isso vai eliminar qualquer possibilidade de perda de tempo ao contratar uma solução que não prestará o serviço proposto inicialmente, já que, de certa forma, isso também acarretariac uma perda de energia na implantação da tecnologia.

4) Peça um teste grátis na plataforma

Solicite alguns dias de acesso gratuito ao software para você experimentar a usabilidade da tecnologia. Afinal, ela será sua aliada, além de utilizada, não apenas por você, mas também por outros usuários da sua casa de festas.

Também é extremamente importante que, na ponta da cadeia, os usuários estejam satisfeitos com o processo de alimentação de dados e extração de inteligências que a tecnologia irá produzir.

Nesta etapa, você vai poder entender, na prática, como é gerado, por exemplo, um contrato de festas pela plataforma ou, até mesmo, como a tecnologia armazena os dados de clientes antigos para que você venda novas festas a esses clientes, tornando-os assim, fiéis.

5) Avalie se o investimento compensa

Entenda, de forma clara e objetiva, qual a forma de cobrança da empresa. Analise se é por aquisição, a partir da compra, ou se é por mensalidade, ou seja, um aluguel da tecnologia.

É importante, nesta fase, que você calcule o ROI da aquisição. Mas, como?

Para que você entenda melhor, a Oni disponibiliza os seguintes recursos: disparo automático de orçamentos; geração de contratos com 1 clique; captação de contatos de convidados das festas e lembretes automáticos de cobranças de clientes.

Além disso, a também oferecemos diversos recursos tecnológicos prontos para serem explorados.

Diante disso, você deve deixar muito claro o ganho direto que a tecnologia lhe proporciona, seja economizando o tempo das pessoas que trabalham no buffet, tornando o processo mais produtivo, ou, até mesmo, te ajudando a vender mais festas aos clientes.

Agora, junte todos os benefícios percebidos e atribua um “valor de ganho” financeiro com a tecnologia no período de um mês e, logo depois, divida pelo investimento na tecnologia também em um mês.

Este fator pode chegar a ultrapassar a casa de 10x e, quanto mais longe conseguir, melhor para a gestão da sua casa de festas e buffets.

Portanto, a tecnologia estará presente dentro da operação do seu buffet, cumprindo a expectativa de tornar o seu processo mais produtivo, mais eficiente, com menos custos e até te ajudando a vender mais festas.

E, claro, quem te ajuda com esse combo de benefícios? A Oni!

Ericka Araújo

About Ericka Araújo

Jornalista apaixonada por séries, filmes, café e uma boa prosa. Quando não está escrevendo, está comendo e, as vezes faz as duas coisas ao mesmo tempo.

Leave a Reply